Skip to content
Amo Suculentas

Mini Cactos e Suculentas Como Cuidar

Cactos com flores

Cactos e Suculentas - Amosuculentas.com

Voce sabe qual é a diferença entre cactos e suculentas?

Um cacto com flores, ou normal pode ser uma suculenta, uma suculenta pode ser um cacto?

Eu vou responder essas questões e te falar agora sobre os cactos e suculentas, dar mil dicas de cultivo.

Sabia que todo o cacto é uma suculenta, mas nem toda suculenta um cacto?

Pois é, essas plantas todas fazem parte do grande grupo das suculentas.

Os cactos são um subgrupo dessas suculentas. Esse grande grupo de plantas suculentas, que se adaptaram a viver em condições extremas de falta de água ou de falta de luz.

São plantas capazes de armazenar água em seu tecido carnoso em suas raízes, folhas e caules, que desenvolveram também sistemas de redução de perda de água.

E m condições adversas interrompem seu crescimento e ficam inativas. A principal diferença entre cactos e suculentas é que os cactos possuem aréolas, que são pequenos orifícios de onde sai os espinhos, as flores e os brotos.

Os espinhos dos cactos servem para proteger eles de serem comidos por animais. Imagine aquela situação deserto, aquele sol de rachar falta água e de repente os animais descobrem que têm plantas que armazenam água.

Então se desenvolveram e criaram um mecanismo que são os espinhos de defesa, para evitar que esses animais pudessem comê-los.

Os espinhos também promovem uma sombra no sol intenso e impedem a circulação de ar pela planta evitando a perda de água.

Os cactos e suculentas podem ser subdivididos em dois grupos

As plantas de deserto: Essas gostam de sol direto e que estão acostumadas a viver com pouca água.

E as plantas de floresta: Que são plantas que se adaptaram para viver com pouco sol com pouca luminosidade e com muita umidade atmosférica.

Vou explicar qual maneira ideal para acomodar sua planta no vaso. Para dar acabamento no vaso é bem legal colocar pedrisco, porque vai ajudar a segurar a umidade da terra para evitar que essa água da Terra evapora.

Isso vai evitar que nasçam ervas daninhas e musgo na superfície do vaso. Reduz a erosão do solo e evitar que a água respinga na planta na hora da rega.

Falando de rega os cactos suculentas normalmente podem ser irrigados a cada 10 ou a cada 15 dias no verão, no inverno época em que as plantas entram em repouso vegetal, pode diminuir ainda mais essa regra ficar 20 dias a 25 sem regar essa planta, porque é uma época que elas entram em dormência e elas ficam inativas.

Elas não precisam de tanta água para sobreviver. Quando você tiver manuseando cactos com espinhos preste muita atenção.

Você pode usar uma luva que tenha uma camada plástica, uma borracha em cima bem resistente. Então não tem perigo os espinhos entrarem nos seus dedos.

Ou então você pode usar um papel dobrado, envolve a planta para poder trocar de substrato, por exemplo. Porque se entrar algum espinho no seu dedo, bom se for um espinho grande você tira com a mão então usa uma pinça.

Você pode usar uma fita adesiva, que você coloca na superfície da pele para ajudar a tirar esses espinhos.

Essas plantas com espinhos também elas podem encher de pó. Então, você pode usar um pincel macio limpando a superfície.

Os cactos cultivados em condições deficientes de temperatura e umidade, ou que tenham mais frágeis podem ser atacados por ferrugem.

O fungo penetra na planta ataca os tecidos que acabam ficando moles e a planta fica, com aspecto muito feio.

Se isso acontecer com essa planta corte as partes saudáveis, prepara um novo substrato plante as partes saudáveis e a parte que ficou podre, infelizmente vai ter que descartar essa parte não tem solução.